Telefone Televendas Cargas e Caminh√£o Telefone Televendas Autocentro
Revendedor Oficial Goodyear
  • 400

Vantagens e desvantagens dos carros elétricos no Brasil

Voc√™ j√° dirigiu um carro el√©trico? Eles apresentam uma resposta ao acelerar que s√≥ os melhores motores a combust√£o alcan√ßar√£o. √Č incr√≠vel o qu√£o r√°pido uma dessas belezinhas pode chegar, em um curto espa√ßo de tempo.

Se você está pensando em adquirir um desses é importante estar por dentro da realidade do mercado brasileiro de automóveis: em 2017, foram vendidos pouco mais de três mil carros elétricos no país.

Sim, eles j√° est√£o sendo vendidos no Brasil e queremos compartilhar as vantagens e desvantagens de comprar um destes.

Os motivos para você ter um carro elétrico

Al√©m dos incr√≠veis designs, da praticidade de carregar a bateria do carro em casa e de o custo por quil√īmetro rodado ser menor que os de carros a combust√£o, queremos destacar dois pontos a favor dos el√©tricos: desempenho e solu√ß√£o de combate a polui√ß√£o nos centros urbanos.

Desempenho

Os carros elétricos impressionam com o torque e a velocidade que é possível alcançar em tempo mínimo. Segundo a Quatro Rodas, o Chevrolet Bolt pode chegar a 120km/h em 4,7 segundos!

Chevrolet Bolt. Tão rápido quanto o raio. Saiba as vantagens e desvantagens dos carros elétricos.

Isso se deve a alguns fatores:

  1. Menor desperdício de energia;
  2. Entrega direta de energia nas rodas;
  3. Menos peso para transportar.

E você provavelmente já ouviu falar no carro elétrico mais veloz de todos: o Model S P100D. O veículo que fez a Tesla se tornar referência mundial no mercado de automóveis, chega a 60mph em 2,5 segundos.

Carro Elétrico Tesla Model S P100D

Para você ter uma ideia, essa é a velocidade de torque do Bugatti Chiron, o carro mais rápido do mundo. 

Bugatti Chiron. O carro mais veloz do mundo tem o mesmo arranque do carro elétrio Tesla Model S P100D

Amigo da atmosfera urbana

N√£o h√° d√ļvidas que o carro em si √© companheiro do meio ambiente: n√£o solta fuma√ßa ou ru√≠dos. S√£o importantes para melhorar a qualidade de vida nas grandes cidades, por colaborar na redu√ß√£o de di√≥xido de carbono e na emiss√£o de polui√ß√£o sonora.

Há controvérsias, porém, sobre a poluição gerada em toda a cadeia de produção dos carros elétricos. Afinal, na maioria dos países do mundo, a energia elétrica é gerada a partir da queima de combustíveis fósseis. Além disso, sendo o carro elétrico muito complexo de se produzir, é necessário o transporte de várias matérias-prima e peças de diferentes partes do mundo, o que gera ainda mais poluição.

Por que você ainda não tem um carro elétrico?

Está aí uma pergunta óbvia que exige uma resposta mais óbvia ainda: eles são muito caros. Além do preço do carro elétrico mais barato de todos ser igual ao preço de um esportivo a combustão, existem outros fatores que dificultam o comércio desses automóveis aqui no país.

Fraca autonomia

Exigem muito tempo parado para pouco tempo andando. Em perfeitas condi√ß√Ķes de temperatura e press√£o, esses carros sofrem para chegar aos 400 quil√īmetros rodados com apenas uma carga.

Apesar de a tecnologia estar se desenvolvendo e da autonomia estar subindo, ainda não é possível encontrar postos de abastecimento destes carros e incentivo para que isso aconteça.

Não são modelos feitos para off road e se não é possível viajar dentro do próprio estado, num país grande como o nosso, pode esquecer: o brasileiro não vai comprar!

Pouco incentivo federal

O governo ainda reluta a incentivar a comercialização dos carros elétricos, apesar da baixa no IPI de 25% para 7% e no corte do IOF, do governo Bolsonaro, para a compra de híbridos e elétricos no país.

O argumento contr√°rio a esses incentivos √© de que haja uma amplifica√ß√£o da desigualdade social no pa√≠s, contribuindo para o giro de capital entre a classe alta. Para a oposi√ß√£o seria o famoso: ‚Äúpara os ricos ficarem mais ricos‚ÄĚ.

Outra crítica ao governo é a dificuldade de investir em pesquisa e desenvolvimento na áre para que haja aceleração do processo de implementação da mobilidade elétrica no país. Na Europa, por exemplo, os governos oferecem incentivos financeiros para o desenvolvimento da engenharia automobilística.

Sem embargo, é possível encontrar outras formas de apoio ao transporte elétrico, alheios ao governo federal, como o projeto Emotive da CPFL, que promove a implementação de postos de recarga para os veículos.

Assim como o poder p√ļblico da cidade de S√£o Paulo, que, atrav√©s de projeto de lei, devolver√° 50% do IPVA pago aos carros emplacados na capital paulistana, ou ainda Fernando de Noronha, que proibiu a entrada de ve√≠culos a combust√£o na ilha a partir de 2022.

Estação de recarga para carros elétricos. Raros no Brasil pelo fraco incentivo federal.

Dificuldade na revenda

E por √ļltimo, existem dois complicadores para tornar um peso a revenda de um carro el√©trico: a vida √ļtil da bateria e a falta de manuten√ß√£o capacitada.

Como ainda √© um mercado incomum no pa√≠s, a revenda autorizada √© a √ļnica capaz de preservar um el√©trico ou h√≠brido, fator que resulta num aumento do custo com manuten√ß√£o. J√° a bateria vem com garantia de cinco anos de dura√ß√£o e, apesar de a vida √ļtil ser maior, fica quase imposs√≠vel revender o autom√≥vel ap√≥s os cinco anos de uso.

Considerando os prós e os contras desses carros, você ainda ficou com vontade de ter um?

Pelo bem ou pelo mal, podemos afirmar que estes carros serão a alternativa de transporte limpo no futuro e é interessante nos atualizar a cada dia pois eles já estão por aí.

Esperamos que com este texto você tenha ficado interessado em experimentar dar uma voltinha num carro elétrico e que você considere como uma alternativa de consumo, desde que consciente dos pontos positivos e negativos.

Se gostou do texto, compartilhe com os seus amigos. Tem um amigo teimoso que jurava que os carros elétricos são verdadeiras máquinas sustentáveis e ecológicas? Que tal você provar pra ele que não é bem assim?

AGENDAMENTO

Agende o dia e horário de sua preferência para ser atendido na CarPlus.

AGENDAR
CATEGORIAS